5

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Todo médium que entra no Templo é considerado em desenvolvimento, independentemente de títulos alcançados em outros terreiros, como já foi dito. No Desevolvimento, o médium receberá orientações para que se possa colocar em condições físicas, mentais, morais, intelectuais, emocionais e mediúnicas para o trabalho espiritual. As orientações estão contidas nas apostilas, instruções, palestras realizadas no Templo. O médium deve estar disposto a praticar as orientações se desejar realmente se desenvolver em todos os níveis. Já afirmamos que é o médium que se desenvolve, e o simples comparecimento às giras de treinamento conseguirá transformá-lo apenas numa máquina de receber espíritos, o que não é o nosso objetivo. O médium permanecerá em desenvolvimento até que, razoavelmente desenvolvido, consiga incorporar pelo menos uma entidade da falange dos caboclos, uma entidade da falange dos pretos velhos, uma entidade da falange das crianças, uma entidade da falange do povo em evolução, e for feito um teste com essas entidades. Aprovado nos testes, o médium será considerado pronto.

Médium pronto é aquele que já consegue incorporar, com segurança, uma entidade de cada falange espiritual, tendo sido testado com cada uma dessas entidades.O próximo passo é a Deitada de Exu.

Nessa deitada, dá-se condição de vibração ao médium para que o seu povo em evolução possa guardá-lo em todas as vibrações. Essa deitada não se renova, não há otá e o filho no santo leva para casa alguns objetos que serão utilizados nos seus assentamentos, se ele fizer Feitura no Santo.