Imantacao

Muitas são as pessoas, que procuram os nossos Centros, templos, terreiros, em situações diversas. Existem aqueles que nos chegam conturbados, nervosos, perturbados, com o sistema nervoso bem afetado, beirando o descontrole. Outros com uma mediunidade à “Flor-da-pele”, como chamamos. Ou seja, passando por aquele momento geralmente difícil, onde as sensações típicas de um afloramento dos dons mediúnicos estão geralmente intensas. Porém até pelo desconhecimento, e por uma falta de domínio sobre estas sensações, muitos acabam por sentir-se também muito conturbados.

Outros nos chegam, trazendo consigo os “efeitos” ou “consequências” de “Trabalhos de Magia”, que possivelmente lhes tenham sido “Dirigidos”.

Outros, nos procuram, completamente desarmonizados em termos de Vibração, o que consideramos talvez, uma situação ainda pior do que, aquelas por consequência de “Trabalhos Feitos”.

Existem também aqueles, que se encontram fisicamente debilitados, já com sua saúde abalada. Enfim, diversos fatores, que comumente encontramos no nosso Dia-a-Dia, e principalmente dentro de um Atendimento Espiritual.

Sabemos que a “Força do Pensamento”, é um fator importantíssimo para todos nós. Mas, para que possamos ter um pensamento “Firme”, para que consigamos ter aquela “Força Mental” necessária e adequada para uma boa “Transmutação Mental”, faz-se necessário também que se possua um Campo Energético Orgânico e Psicológico adequado e equilibrado.

Porém, não é suficiente afirmar-se, que apenas o pensamento positivo, que apenas o “Poder do Pensamento”, seja o necessário.

Para que se possa atingir esta condição mental, é preciso que se possua uma estrutura física, psicológica, espiritual, também adequada. Fator este, que aqueles indivíduos já debilitados em diversos campos, não possuem. Eles não conseguem atingir aquela “Força Mental” necessária, à “Transmutação do Pensamento”.

Neste momento, encontramos a importância, daquilo que denominamos a “Grande Maravilha dentro de uma parte Espiritual” – “A Imantação”.

 

Na realidade, a Imantação é uma aplicação dos conceitos da BioEnergética, que atualmente com o avanço da “Medicina Alternativa”, se apresenta como um Fator muito Eficaz.

Todos sabemos que, para se ter um Equilíbrio na “Vida Normal”, é preciso também possuir, duas situações: Primeiro, um Isolamento total, contra a “Vibração Negativa”, e segundo, um Campo de Energia ao menos Razoável. Ambos necessários para que se possa melhor atingir a aquela força Mental, Espiritual, e também Física, assim como o Campo da Saúde, que precisa estar bom.

Dentro de um Campo Espiritual, existem diversas vibrações provindas de um espaço cósmico, e que atuam sobre todos nós na Terra.

Tais vibrações atuam, até sobre o Chumbo, que é reconhecidamente um dos materiais mais Isolantes conhecidos. O que se pensar então sobre nossa Cabeça, nossa frágil Caixa Craniana, nossa Mente.

Elas alteram nosso comportamento, agem sobre nossas moléculas, alteram nosso campo de Energia, e por isso torna-se necessário possuir-se um adequado Campo de Isolamento.

É importante compreender que, tudo possui dois polos. E assim toda Vibração também possui dois polos. O Positivo e o Negativo. Se assim não fosse, não existiria a corrente, nao existiria a energia.

Essa vibrações levam nomes diferentes, dependendo da Filosofia ou Campo, que as busque estudar, compreender e aplicar. Uns as chamam de Energia Alfa, Omega, Delta, outros de outros nomes.

E dentro de uma Umbanda, logicamente também possuimos os nossos nomes: Xangô, Ogum, Oxóce, Omulu, Iansã, Nanã, Oxum, Iemanjá, Ossãe, Oxumarê, A Linha do Oriente, e as nossas grandes falanges de trabalho como os nossos grandes amigos Exus e Pomba-Giras, Caboclos e Caboclas, Pretos-Velhos e Pretas-Velhas, os nossos Ibejis.

Analizando-se, desta forma, torna-se fácil compreender a necessidade de possuirmos um adequado isolamento em TODAS estas vibrações.

A Energia Negativa, pode ser do tipo “Absorvida”, comum em cerca de 70% dos casos, fruto de uma “Absorção Espontânea”, provinda de ambientes, de pessoas, de situações, de circunstâncias ou mesmo do próprio Astral. Existe também aquela a que denominamos “Dirigida”, ou seja, o também chamado “Trabalho Feito”

De pouco portanto, adiantaria possuir-se um isolamento, em uma, duas ou mais vibrações, deixando-se outras “Em Descoberto”, pois poderia absorver-se negatividade, em uma ou mais daquelas vibrações que não estivessem devidamente isoladas.

Praticada a mais de 3.000 Anos, tendo sido encontrado registros de sua utilização, no Bramanismo, no Budismo, na Filosofia Lamaista, no Antigo Egito pelos Faraós e Sacerdotes. Praticada hoje em dia, pelos Lamas no Tibet, a Imantação é uma prática que visa a uma “Absorção de Energia”, utilizando-se do “Magnetismo Vegetal”.

 

Existem 4 formas de magnetismo. O Astral, que é a entidade ( O Espírito “solto” no Astral, é uma energia). O Terrestre, que pode ser observado pelas Bússulas, os Polos Magnéticos do Planeta. O Vegetal e o Mineral. O Magnetismo Animal, nós não o consideramos, por julgá-lo de certa maneira, até negativo.

Dentro de uma imantação, nós preparamos Imãs, utilizando-nos do magnetismo Vegetal, que são dispostos dentro numa forma geométrica específica, de forma a atrairmos os respectivos pólos positivos, conseguirmos “descarregar o polo negativo”, e tambem favorecer a formação de um “campo de isolamento”, em cada uma daquelas diversas vibrações.

Durante a ritualística, as pessoas que estão ali participando, estão sobre a ação desses imãs, absorvendo então toda aquela positividade. Aqueles que porventura, estavam sofrendo pelos efeitos de um Campo de energia baixo, logicamente se recuperam. Aqueles que porventura estavam sofrendo os efeitos de alguma negatividade, em qualquer uma daquelas vibrações, tem essa negatividade atraída (descarregada), pelo Imã correspondente, e consequentemente as melhores condições de também atrair a vibração positiva.

Desta forma, cria-se automaticamente um campo de isolamento, contra a vibração negativa, em todas as vibrações

A pessoa passa então a ter as condições mais adequadas, em termos de energia, para poder melhor atuar e reagir, naquelas situações descritas anteriormente.

É evidente que, no Dia-a-Dia da Vida, vamos fazendo uso de nossa energia, de nossa positividade em todos os campos. E assim é normal que venhamos a sofrer os efeitos de um certo desgaste Energético em todas aquelas vibrações e muito provavelmente até, mais em algumas do que em outras. Naturalmente, algumas pessoas, até pelo seu próprio estilo de vida, condição Física e Mental, irão se desgastar mais rapidamente do que outras.

Como método de Absorção de Energia, a imantação assim como outras ritualísticas tradicionais, não é uma solução milagrosa ou eterna. Ela possui um certo “Prazo de Validade”, que em geral, é determinado pelo próprio desgaste natural e individual de cada pessoa.

Fonte – Babalorixá Paulo Newton de Almeida