Homenagem a Ossâim


Foi aprendendo a perceber as diferentes energias que nos cercam e reconhecendo seus valores dentro da imensidão de tua força, que te conheci, ó poderoso Ossâim. Pois a espiritualidade é muito vasta para que caiba somente a determinados tipos de vibrações a sua prática.

Trazes as linhas magnéticas de nossas vidas e no silêncio compreedemos profundamente teu verdadeiro significado, já que és fonte de inspiração para todos aqueles que buscam a evolução. Moras na clareira da mata, onde se escondem as divindades; muita ajuda nos dás, para que estabeleçamos um contato consciente com os planos superiores; e, quando a ti chegamos, abrem-se para nos receber as portas do teu reino, onde lindos lírios do campo tornam o cenário uma mescla de força e magia.

Que possas nos ensinar a verdadeira vida de serviço, qual árvore frondosa que absorve a água pura que corre no interior da terra e estende ramos aos céus, glorificando tua existência imutável.

Em etapas preliminares, tiveste de canalizar o fogo da transformação pelos estreitos condutos de nossos corpos para que, numa gradativa purificação, pudéssemos responder mais perfeitamente aos desígnios, por ti estabelecidos, Por fim, possamos nós, através desta humilde homenagem, reunir as energias benéficas que se encontram no esplendor de tua vibração, para que com elas sejamos impregnados do teu ser, até que consigamos nos aproximar da fonte de nossa própria existência.

Saravá a grande força de Ossâim!

 

 

Características

 

Hábitat – clareira da Mata.
Sincretismo – não considero válido.
Vibração – saúde.
Assuntos Relacionados – cura pela ervas.
Atuação – energia e recuperação geral.
Parte do Corpo – problemas ósseos, reumatismo deformante, artrite.
Essências – guaco.
Cores – verde e cor-de-rosa.
Pedras – citrino, hematita.
Metal – carbono, hematita.
Flores – Lírio-do-campo, ipê, sempre-vivas cor-de-rosa, avenca.
Banhos de descarrego – verbena, alfavaca.
Libação – suco de hotelã, goiaba ou caju.

 

Babalorixá Paulo Newton de Almeida