A Fraternidade Umbandista Cavaleiros de Aruanda – Templo Escola  Caboclo Tupinambá e Vovó Benedita, também denominada pela sigla FUCA é uma entidade religiosa, sem fins lucrativos, com bases doutrinárias  fundamentadas na Umbanda e com visão universalista, fundada em 20 de dezembro de 2008, com sede própria situada na Rua Aurélio Pereira de Souza, LESTE 5, Quadra L, Lote 20, São Cristóvão, Salvador-Bahia, CEP 41.510.885, com sede e foro na cidade do Salvador , constituída de número ilimitado de associados, de ambos os sexos, os quais não respondem subsidiariamente pelas obrigações por ela contraídas, sendo todo o trabalho realizado por sua diretoria e membros de cunho exclusivamente voluntário.

A Fraternidade Umbandista Cavaleiros de Aruanda –Templo Escola  Caboclo Tupinambá e Vovó Benedita, com prazo ilimitado de duração, tem por objetivos:

Praticar, estudar e difundir a Doutrina Umbandista, os cultos aos Orixás, Caboclos, Boiadeiros, Pretos Velhos, Baianos, Marujos e outros Guias Espirituais autorizados pelo Guia Chefe da casa  e pela Dirigente Espiritual.

Prestar conforto espiritual e assistência social a crianças, jovens e adultos em situação de risco e a idosos desamparados no limite de suas possibilidades financeiras.

Criar espaços para leituras, alfabetização de jovens e adultos, creches comunitárias,  abrigo para idosos, realizar palestras sobre prevenção ao álcool, as drogas, a AIDS, e Métodos contraceptivos e outros de capacitação humana na área de educação, saúde, cultura e religião.

Promover a justiça e a paz, a solidariedade e a dignidade humana.

Desenvolver intercâmbio, fechar acordos, contratos, convênios com órgãos públicos, empresas e entidades nacionais e internacionais, objetivando os interesses da comunidade onde a Fraternidade esteja instalada, no sentido da solidariedade social e política.

Realizar  Batizados e Casamentos de solteiros e divorciados no rito umbandista, com ou sem efeitos civis de acordo com a legislação vigente do nosso país, quando solicitado por membros ligados a Religião Umbandista.

Criar espaços ( Templo Escola, Tendas, Terreiros)  de disseminação ao culto aos orixás, onde terá como coordenador dos trabalhos um membro, médium de incorporação ,equilibrado,  responsável e indicado para esse fim pelo Presidente(a) , desde que, zele pela transmissão da doutrina da Fraternidade Umbandista Cavaleiros de Aruanda –Templo Escola  Caboclo Tupinambá e Vovó Benedita  e possua equilíbrio emocional e espiritual Conhecimento da doutrina da casa e que se comprometa a seguir essa doutrina e rituais, para estar a frente das atividades religiosas. O médium escolhido para esse fim deverá primeiro ter passado por todos os rituais até chegar à coroação de Sacerdote, sem a qual não poderá estar à frente de um trabalho espiritual. Cada novo espaço poderá levar o nome do Guia  e Mentor Espiritual, orientador do novo trabalho.

Fica criado o Instituto Teológico Umbandista Cavaleiros de Aruanda, com o objetivo de proporcionar aos médiuns e interessados o cursos de Cultura religiosa , Teologia Básica para todos os interessados,  já o curso Médio e Bacharelado de Teologia Umbandista- Curso Livre, será oferecido aos médiuns com Ritual  de Feitura no Santo e candidatos ao Ritual de  Coroação podendo ser convalidado por uma Universidade ou Faculdade aprovada pelo MEC, e em que o Instituto Teológico Umbandista Cavaleiros de Aruanda esteja em parceria. O instituto também poderá firmar convênio ou parceria com outras instituições educacionais,  ligadas ao culto afro brasileiro, com o objetivo de, oferecer cursos de qualidade aos alunos. O Instituto Teológico Umbandista Cavaleiros de Aruanda, oferecerá aos seus alunos ao término dos cursos oferecidos Certificado de Conclusão dos mesmos.

Propiciar aos seus membros a realização de rituais próprios da doutrina umbandista, como Vinculação, Imantação, Batizado, Casamento, Rito Fúnebre, Deitada de Exu, Consagração de Ogãs, Feitura no Santo, Mão de Búzios e Coroação de Yalorixá e Babalorixá, dentre outros. O membro que desejar se submeter a todo e qualquer ritual, deverá expressar sua vontade e concordância com a doutrina da FUCA, por escrito, o que só será efetivado após a plena concordância do Guia chefe da Casa, e a anuência da Yalorixá Presidente da Instituição.