Mãe Almerinda dos Santos Costa, a Dirigente e Fundadora da Fraternidade Umbandista Cavaleiros de Aruanda, nasceu em Salvador (BA) em dez de Abril de 1960. Filha de Alexandre Ramos e Almerinda Nascimento (já falecidos)  é hoje, Mãe de quatro filhos carnais e inúmeros filhos espirituais. Licenciou-se em Pedagogia pela UNEB, em Letras Vernáculas pela UCSAL, e tornou-se Especialista em Educação de Jovens e Adultos(EJA) pela UNEB.

Sendo Professora concursada pela rede estadual de ensino da Bahia e Coordenadora Pedagógica pela Secretaria Municipal de Educação de Salvador, tem como filosofia: “Viver para a Umbanda e não da Umbanda”.

Foi educada no catolicismo até os seus 16 anos. Aos 22, “converteu-se” na igreja evangélica Pentecostal do Nazareno no Bairro de Brotas, aonde foi batizada nas águas. Logo depois conheceu a Igreja Pentecostal Nova Aliança, na qual foi indicada para fazer o curso de teologia na Assembleia de Deus (ESTEADEB), com duração de três anos, no Bairro da Liberdade. Mais ou menos aos 39 anos de idade, quando um de seus filhos adoeceu e nenhum médico conseguia descobrir o motivo de sua doença, ela buscou ajuda no Espiritismo. Filosofia essa, que trouxe o consolo necessário para suportar as provações e entender os porquês da vida.

Durante o tempo em que permaneceu no Espiritismo teve a oportunidade de participar de vários cursos e seminários, destacando o Curso Básico de Espiritismo no Instituto Kardecista da Bahia, situado na Rua João de Deus no Terreiro de Jesus, com duração de um ano. E, o Curso de Educação Mediúnica (COEM), ministrado no Centro Espírita André Luiz, no bairro de Nazaré em Salvador. Este último, sendo coordenado por Alaide.

Passando por tantas tribulações, uma de suas colegas de trabalho sugeriu que ela procurasse a Umbanda para buscar ajuda para o seu filho e indicou a casa do Caboclo Tupiniquim, dirigida pela Mãe Juta e situada no bairro de Pernambués. Lá, Mãe Almerinda foi colocada imediatamente na corrente mediúnica e orientada nos trabalhos para que alcançasse a cura tão desejada de seu querido filho.  A partir daí, assumiu a Umbanda como Religião oficial e adotou a linha esotérica por identificação.

A Mãe Almerinda realizou os Rituais de Deitada de Exu, Feitura no Santo, Mão de Búzios e Coroação.

Foi durante o seu processo de preparação espiritual que  o seu Guia Chefe, O Caboclo Tupinambá mostrou a necessidade de se iniciar um trabalho que hoje leva o nome de Fraternidade Umbandista Cavaleiros de Aruanda e Templo Escola Caboclo Tupinambá e Vovó Benedita.